Home / Sem categoria / Futuro da Barragem Fronteiras torna-se "preocupante" com empresas sendo investigadas

Futuro da Barragem Fronteiras torna-se "preocupante" com empresas sendo investigadas

O futuro da Barragem Fronteiras passa a ser incerto, pois as empresas que foram contratadas para realizar a construção são investigadas por ilicitudes, estas sendo a Galvão Engenharia e EIT, denunciadas pelo Ministério Público Federal e investigadas pela a Operação Lava Jato.

Policiais Federais estiveram em um escritório da EIT em Jaguaruana, onde cumpriram mandados de busca e apreensão 36ª fase da Operação Lava Jato, em novembro do ano de 2016. EIT já foi envolvida em entrega de propina. Já os executivos da Galvão Engenharia estão acertando os detalhes finais do acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR) na Lava Jato, além de já ter tido alguns de seus executivos condenados pelo Juiz Sérgio Moro. Com as investigações, a qualquer momento podem sair decisões na justiça contra tais empresas, o que talvez irá atrasar ou paralisar as obras.

Com essas enrolações de tais empresas, o futuro da Barragem Fronteiras, que teve assinatura de início das obras assinada no dia 22 de setembro, passa a ter uma preocupação para os crateuenses que foram bombardeados por uma grande propaganda de que realmente a Barragem Fronteiras iria “sair do papel”.

Comentários
error: USE OS BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO