Home / Sem categoria / Dinheiro destinado à construção do Lago de Fronteiras deve ser retido pela Justiça

Dinheiro destinado à construção do Lago de Fronteiras deve ser retido pela Justiça

A Revista Época divulgou na Coluna Expresso, no início do mês de Outubro, que a empresa Galvão Engenharia, que havia vencido licitação para construir o Lago do Fronteiras em Crateús, tenta receber R$ 41 milhões da Petrobras, mas o dinheiro está bloqueada pela Justiça, após o juiz do caso entender que não há nada a fazer até o desfecho de uma ação de improbidade administrativa no valor de R$ 777 milhões movida contra a empreiteira pela Lava Jato.

Enquanto isso, todas as propagandas feitas em torno da execução das obras do Lago Fronteiras de Crateús, até então, demostram claro equívoco.

O trecho da coluna pode ser lido abaixo:

Comentários
error: USE OS BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO