Home / Destaques / Suspeitos de assaltos a bancos em Campo Maior são mortos durante confronto com a polícia
(Divulgação/SSP-PI)

Suspeitos de assaltos a bancos em Campo Maior são mortos durante confronto com a polícia

Em confronto com polícia ocorrido na manhã de segunda-feira (06), totalizam 09 mortos e 5 presos. Os envolvidos são suspeitos de participarem do roubo as agências bancárias da cidade de Campo Maior.

Os criminosos foram mortos na cidade de Barras durante um confronto com a polícia. Com eles, os policiais realizaram apreensão de armas e munições. Os suspeitos foram identificados como Após operação na região de Cocal da Estação, equipes se deslocaram para a região da Cidade de Batalha, onde a outra parte do bando criminoso encontrava-se cercada. Oito assaltantes foram mortos durante o confronto, sendo eles identificados como PAULO CÉSAR DOS SANTOS, vulgo PAULO MADRUGA – TERESINA – PI, WEVERSON DE OLIVEIRA MARÇAL – UBERLÂNDIA – MG, ANDERSON DE FREITAS BRAZÃO – UBERLÂNDIA – MG, JEAN GUSTAVO SILVA – UBERLÂNDIA – MG, TIAGO LUIZ ALVES – UBERLÂNDIA – MG, MAICON HUMBERTO DE SOUSA NASCIMENTO – UBERLÂNDIA – MG, IGOR DA SILVA LIMA – UBERLÂNDIA – MG, LUCAS OLIVEIRA DE BRITO.

Na ação também foram presos: Dyego Harmando Cardoso Rocha, Hassan Rufino Borges Prado Aguiar, Emerson Souza Da Silva, Vinicius Pereira Da Silva Junior e Josenverton dos Santos Sousa. Hassan Prado é filho do ex-comandante da Polícia Militar, coronel Francisco Prado. Dos cinco, três são do estado do Ceará.

O secretário de segurança pública do Piauí, Fábio Abreu, revelou nesta segunda-feira (06), durante atendimento à impressa, deu detalhes da operação que encontrou os integrantes da quadrilha responsável por assaltas duas agências bancárias em Campo Maior, estava planejando novos assaltos aos bancos dos municípios de Esperantina, Batalha e Piracuruca.
[08:36, 8/5/2019] NATHAN Loiola: Os criminosos foram mortos na cidade de Barras durante um confronto com a polícia. Com eles, os policiais realizaram apreensão de armas e munições. Os suspeitos foram identificados como Igor da Silva Lima, ex-presidiário, natural de Minas Gerais, e Antônio de Paula França, conhecido por diversas passagens na polícia do Piauí, pela prática de assaltos.

Um grupo de assaltantes explodiram e assaltaram, simultaneamente, as agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, no município de Campo Maior, a 78 km de Teresina. A ação criminosa ocorreu por volta de 1h da última terça-feira, 30 de abril. Com o impacto da explosão, a agência bancária do Bradesco, que fica próximo a um dos bancos, também foi danificada. A suspeita é de que pelo menos 20 suspeitos tenham participado das explosões.

(MeioNorte)

Facebook Comments
error: USE OS BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO