Home / Ceará / Cachorra é agredida a pedradas por duas mulheres, no interior do Ceará

Cachorra é agredida a pedradas por duas mulheres, no interior do Ceará

Duas jovens foram vistas agredindo uma cadela com pedradas próximo ao terminal rodoviário de Quixeramobim, no Ceará, na manhã desta sexta-feira (16). As agressões foram flagradas por uma voluntária da ONG Resgate Animal, que cuida de animais abandonados e em situação de rua.

Josiane Sousa, voluntária da ONG, voltava do trabalho quando presenciou as agressões. Segundo ela, duas jovens arremessaram diversas pedras na cadela, que já estava sangrando quando ela passou pelo local. “Quando eu vi o que aquelas moças estavam fazendo, pedi na mesma hora para o meu esposo parar a moto. Desci e peguei a cadela para impedir que as agressões continuassem”, relatou.

Ainda segundo Josiane, mesmo recebendo pedradas, a cachorra continuava seguindo as jovens.

A cadela foi levada neste sábado (17) para atendimento veterinário, onde foi medicada e passará por tratamento.

O delegado Thiago Salgado, da Delegacia Municipal de Quixeramobim, informou que vai investigar o caso para identificar as autoras do crime, embora não tenha sido feita denúncia.

De acordo com o artigo 32 da Lei 9.605/98, é determinado detenção é de três meses a um ano e multa para quem praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos ou realizar experiência dolorosa ou cruel em animal vivo. A punição é aumentada de um sexto a um terço se ocorrer morte do animal.

Fonte: G1 CE

Facebook Comments
error: USE OS BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO