Home / Regional / Câmara Municipal teria feito ligação de energia clandestina para Caminhão do Cidadão em Novo Oriente, afirma secretário

Câmara Municipal teria feito ligação de energia clandestina para Caminhão do Cidadão em Novo Oriente, afirma secretário

A ida do Caminhão do Cidadão, do governo do estado, ao município de Novo Oriente, foi envolta de polêmica antes mesmo da chegada ao município. O veículo esteve no município entre os dias 2, 3 e 4 de setembro, com previsão de realizar atendimento na Praça da Matriz, entretanto, foi transferido ao centro comercial, especificamente próximo à Câmara Municipal, por insistência dos vereadores de oposição.

A polêmica passou a acontecer quando foi utilizada energia da câmara municipal, através de uma ligação do fio, para que o veículo estivesse em funcionamento. Tal manobra foi tachada pelo Secretário de Agricultura, Edgar Moura, como “gambiarra” (ligação de energia clandestina), afirmando que o local ideal para estadia do veículo deveria ser na Praça da Matriz, com gerador para fornecer energia de qualidade ao caminhão, levando em consideração que os eventos de grande porte acontecem no referido local, com funcionamento de palcos de shows, etc.

“Não existe em lugar nenhum no mundo, onde se possa pegar um cabo e estender ele em cima de uma via pública, onde trafegam vários veículos, carros, caminhões, todos os tipos de transporte, e puxar em cima da via pública. Se a Enel, se a concessionária permitiu, então tem alguém por trás disso”, disse Edgar.

Os comentários aumentaram ainda mais quando surgiu informações, de que ocorreu corte de energia feita pela Enel, informações esta propagada por próprios integrantes da oposição, entretanto, foi rapidamente religada. Funcionários da Enel, perguntados pela reportagem, afirmaram que ocorreu apenas uma “vistoria”. Já a Presidente da Câmara Municipal, Vilani Jacó, nega que houve “gambiarra”.

O atual grupo de oposição, que esteve no poder por 28 anos, fez ampla publicidade afirmando que a ida do caminhão ao município se deu através de suas articulações, ignorando o fato do Deputado aliado a gestão municipal, Carlos Felipe, ter solicitado primeiro, antes de qualquer deputado, fato esse que não foi “aceito” pela oposição.

NATHAN LOIOLA

Facebook Comments
error: USE OS BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO