Home / Crateús / IFCE de Crateús promove melhorias em infraestrutura; confira imagens
Foto: Fabiano Oliveira

IFCE de Crateús promove melhorias em infraestrutura; confira imagens

Reforma do ginásio poliesportivo. Construção de novas salas de aula. Expansão da cobertura de acesso à Internet. Essas são algumas das melhorias realizadas no campus de Crateús neste primeiro semestre de 2020. E ainda há obras em andamento e com entrega previstas para este ano.

IFCE DE CRATEÚS COM MELHOR INFRAESTRUTURA

Posted by Portal Sertões on Tuesday, June 16, 2020

O diretor-geral do campus de Crateús, professor Aglodualdo Júnior, destaca a importância do investimento para o funcionamento adequado do campus de Crateús. “São melhorias de grande importância para o Campus, já que irão proporcionar mais conforto e mais qualidade na oferta dos serviços de ensino, pesquisa e extensão, para os nossos estudantes, servidores e comunidade externa”, avalia. O diretor-geral parabeniza as equipes envolvidas, dos setores de Administração, Infraestrutura e Tecnologia da Informação.

Foto: Fabiano Oliveira

O chefe de administração do campus de Crateús, Reginaldo de Araujo Marques, lista as melhorias previstas. “Foram adquiridos cinco módulos do Sistema de Energia Fotovoltaico, no valor total de R$ 364.826,20, para instalação no campus, e já foram recebidas as 237 placas solares, os inversores e demais componentes do sistema fotovoltaico para os cinco módulos”, informa. Reginaldo lembra que o investimento faz parte do planejamento do IFCE para implantação de usinas para geração de energia alternativa nos campi. A previsão de conclusão é outubro deste ano.

A substituição das portas de madeiras por portas de alumínio nos blocos de ensino I e II, se soma à construção da calçada do entorno do bloco II, reforma do ginásio poliesportivo e pintura das fachadas e paredes internas do bloco administrativo, biblioteca e bloco I, no que diz respeito à manutenção predial. O investimento dessas melhorias soma R$ 452.825,80. Reginaldo relata ainda a realização da troca das lâmpadas do bloco para LED, no total de 200 unidades, o que implica em economia de energia elétrica.

Outro investimento relevante realizado pela gestão do campus foi a instalação da plataforma elevatória do bloco de ensino II, concluída no início deste mês, com custo no valor de R$ 45.813,00. “Consideramos uma grande e esperada conquista para os usuários pessoas com necessidades especiais e a comunidade como um todo”, avalia o chefe. Reginaldo acrescenta que também foram instaladas grelhas nas calhas de drenagem de água pluvial no entorno do Bloco de Ensino II e sete quadros de vidro nas salas de aula, com investimento total de R$ 16.529,76.

Novas salas de aula

Está prevista tambéma expansão da quantidade de salas do campus. Os recursos foram garantidos por emenda parlamentar no valor de R$ 500 mil e serão destinados à construção de quatro salas e melhorias em laboratórios de análises de solo, leite e mel. O professor Diego Ximenes, diretor de Ensino, explica que há carência de espaços didáticos. “Hoje temos total lotação pela manhã. Na verdade, estamos acima da nossa capacidade no turno matutino”, revela, ressaltando que outros espaços vêm sendo comprometidos, como a sala de desenho, os laboratório dos cursos de Geografia, Matemática e Música, além da sala de reuniões do bloco administrativo.

Segundo o diretor de Ensino, a expectativa de entrega das novas salas é o início do primeiro semestre letivo de 2021. Isso porque surgirá a necessidade de espaço para as aulas das novas turmas dos cursos de licenciatura em Geografia e Música.

Internet

As melhorias na infraestrutura do campus também abrangem aprimoramentos no âmbito do acesso à Internet. Rômulo Ribeiro, coordenador de Tecnologia de Informação do campus, esclarece a iniciativa. “Trata-se da expansão da rede do campus Crateús, com objetivo de levar conectividade a Internet a setores e ambientes que ainda estão off-line, favorecendo a otimização de ações pertinentes de cada setor”, explica. A ideia é interligar o bloco didático II e o refeitório.

A primeira fase da expansão já foi realizada, com o lançamento do cabo óptico entre os espaços. A segunda fase consiste na fusão do cabo a cordões ópticos e está aguardando a disponibilidade da empresa responsável, prejudicada pelo isolamento social. O coordenador esclarece que, embora essa expansão não contemple todo o terreno do campus, há planos da gestão de ampliar cada vez mais essa cobertura.

Com Felipe Lima

Comentários
error: USE OS BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO