Home / Destaques / Prefeito de Ipaporanga não atende requerimento de gratificação de profissionais de saúde

Prefeito de Ipaporanga não atende requerimento de gratificação de profissionais de saúde

A administração municipal de Ipaporanga tem optado por não atender ao requerimento de adicional de insalubridade que dispõe de gratificação salarial para profissionais de saúde do município durante a pandemia.

O requerimento, criado pelo vereador Júnior Evaristo, foi aprovado por unanimidade pelos vereadores na sessão do dia 20 de maio, se fosse aprovado pelo prefeito, iria beneficiar os profissionais com adicional de 40%.

Os profissionais de saúde questionam a falta apoio da gestão, que tem um dos maiores índices de coronavirus da região e também retirou barreiras sanitárias das entradas e saídas da cidade. Ipaporanga até esta quarta-feira, 17, contabiliza 71 casos confirmados, de acordo com o IntegraSUS.

De acordo com o portal do Fundo Nacional da Saúde, Ipaporanga recebeu três valores para combate ao covid-19, sendo um valor de 200 mil reais e dois de 32 mil, somando tudo, o valor total ultrapassa 265 mil reais

De acordo com informações, o benefício renegado pela gestão e reivindicado em sessões anteriores da Câmara, deverá voltar a ser tratado na câmara. De acordo com a vereadora Sulha, é “mesquinho o salário recebido por estes profissionais”.

Comentários
error: USE OS BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO