Home / Ceará / Rede pública estadual de ensino inicia segundo semestre letivo nesta segunda (03)

Rede pública estadual de ensino inicia segundo semestre letivo nesta segunda (03)

A rede pública estadual de ensino do Ceará se prepara para o retorno às atividades letivas no segundo semestre de 2020. A abertura oficial do semestre será feita pela secretária Eliana Estrela, na próxima segunda-feira, às 9h, no canal da Coordenadoria de Formação Docente e Educação a Distância da Seduc no Youtube.

Considerando a necessidade de manutenção das medidas de distanciamento social para contenção do novo Coronavírus, todas as escolas iniciarão este período letivo exclusivamente de forma remota, seguindo um planejamento de ações com o intuito de preservar o processo de ensino e aprendizagem de maneira segura. As aulas presenciais só voltarão após divulgação de decreto governamental autorizando e normatizando a retomada destas atividades.

Na primeira semana de agosto, tempo que antecede a volta às aulas, as escolas realizam uma nova Jornada Pedagógica, com o objetivo de planejar o que deve ser posto em prática ao longo do semestre, otimizando as estratégias desenvolvidas nos campos pedagógico e administrativo. Para tanto, contam com o suporte das Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes) e Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor). As unidades de ensino terão autonomia para promover movimentos de mobilização e de apoio aos estudantes.

Para além do que cada escola pode realizar individualmente, a Seduc realizou parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a Fundação Roberto Marinho para exibição do Programa Vamos Aprender, que oferece teleaulas voltadas à Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. A programação, que será exibida em emissoras locais, será organizada por área de conhecimento para que cada escola consiga incorporá-la ao seu quadro de estratégias de ensino remoto.

Afora isso, a programação da Conexão Seduc terá continuidade com a realização de webinars, colóquios temáticos e fóruns para troca de conhecimentos online, estimulando e desenvolvendo a reflexão crítica e criativa, fomentando boas práticas e a comunicação colaborativa entre os atores do processo educativo.

Há, ainda, a previsão de cursos de formação em Tecnologias Digitais para a Educação, voltados aos professores, com o objetivo de oferecer condições apropriadas ao uso de ferramentas digitais.

Enem

Em relação à preparação de estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a Seduc tem um conjunto de ações programadas para o segundo semestre. A plataforma Enem na Rede disponibilizará aulas em vídeo, além de materiais estruturados com teoria e exercícios referentes aos temas, sendo o material aberto e gratuito. A ação é resultado do empenho voluntário de professores da rede. O acesso se dará por meio das plataformas Aluno Online e Professor Online.

Por outra via, o Concurso de Redação Enem Chego Junto Chego a 1.000, promovido pela Seduc em parceria com a Fundação Demócrito Rocha (FDR), busca motivar a prática da escrita de textos do tipo dissertativo-argumentativo e desenvolver as competências exigidas no Exame para a prova de Redação. A previsão é de que durante os meses de agosto e setembro, os alunos da 3ª série do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) possam apresentar até cinco redações sobre cinco temas previamente divulgados por meio de um edital. Dentre os cinco temas, um será sorteado para concorrer às etapas Escolar, Regional e Estadual.

Para auxiliar os estudantes durante a elaboração das redações, serão disponibilizados textos motivadores, via plataforma Enem Mix e Portal Aluno Online, além de uma assinatura digital gratuita do Jornal O Povo, para que tenham acesso a matérias especiais sobre os temas.

Em outra vertente, a Seduc promoverá a ação Enem Mix, também em parceria com a FDR, com aulões virtuais entre os meses de agosto e dezembro. Serão abordados assuntos relativos às áreas de conhecimento do Enem, além de dicas para redação e palestras motivacionais.

CCI

As atividades do semestre 2020.2 nos Centros Cearenses de Idiomas (CCI) serão iniciadas em agosto, seguindo o modelo de aulas remotas, com professores e alunos atuando a distância. Durante este período, serão utilizadas plataformas digitais, tais como: Google Classroom, Chatclass, Google Meet, Cambridge Assessment English, Edelsa, Quizizz, Kahoot, entre outras.

Ao todo, são 13 Centros de Idiomas distribuídos nos municípios de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Itapipoca, Crateús, Iguatu e Juazeiro do Norte, que juntos podem atender cerca de 10 mil estudantes. O Governo do Ceará tem a previsão de inaugurar mais três unidades, nos municípios de Quixadá, Camocim e Aracati. Todas as unidades ofertam os cursos de inglês e espanhol, sendo que as sedes do Papicu, Benfica e Sul, em Fortaleza, disponibilizam também o curso de língua francesa.

CEARA.GOV.BR

Comentários
error: USE OS BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO